90 ANOS DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 32



Em 1930, através de uma Revolução comandada por Getúlio Vargas, instalou-se um governo provisório que prometia melhores condições de vida para a população. Infelizmente, o que se viu foram atos de pilhagem e violência contra o povo brasileiro. A Constituição Federal fora suspensa e implantou-se uma ditadura repressiva e brutal.

No dia 23 de maio de 1932, uma grande manifestação contra a ditadura resultou em conflito na praça da República, esquina da Barão de Itapetininga. Quatro jovens: Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, tombaram mortos por partidários da ditadura. As iniciais de seus nomes formaram a sigla MMDC que nominou a entidade que liderou a luta armada contra a tirania imposta por Getúlio Vargas.

No dia 9 de Julho de 1932, irrompeu em São Paulo o Movimento Constitucionalista que tinha por escopo devolver a democracia e a Constituição ao Brasil. Deste movimento cívico-militar, participaram basicamente efetivos da Força Pública (hoje Polícia Militar do Estado de São Paulo), unidades do Exército Brasileiro sediadas em São Paulo e civis (homens, mulheres, crianças, estrangeiros, etc.).

Em três meses de combate, mais de 800 soldados constitucionalistas foram mortos. Como as forças da ditadura eram muito mais poderosas. São Paulo acabou belicamente derrotado e, em 02 de outubro de 1932 cessaram as hostilidades. No entanto, os ideais destes heróis constitucionalistas não foram esquecidos e obrigara Getúlio Vargas a convocar em 1933 uma Assembleia Constituinte para elaborar uma nova Constituição para o País e, em 16 de julho de 1934, o anseio de todos fora atendido, tínhamos uma nova Carta Magna.

Os sentimentos e ideais daqueles valorosos e verdadeiros heróis de 32 não podem cair no esquecimento. Devem ser cultuados e sempre serão no que depender da Sociedade Veteranos de 32 – MMDC, para difundir estes ideais cívicos supracitados.

Se vivemos numa democracia devemos a estes valorosos guardiões da legalidade, da democracia, do civismo e do amor à Pátria os valorosos Soldados Santos de 32, Guardiões Supremos da Constituição Brasileira.

Nós da Sociedade Veteranos de 32 – MMDC somos herdeiros desta epopeia cívica escrita a sangue e rasgada em trincheiras no coração, na alma e na memória dos paulistas e brasileiros.

E é para dignificá-los que inauguraremos, a partir do 31/08/2022 até o dia 30/10/2022, das 10 as 17hs, com entrada franca, a exposição “EPOPEIA DE 32 – LEGADO DEMOCRÁTICO PAULISTA”.

Dr. Carlos Romagnoli

Presidente





19 visualizações0 comentário